ESPAÇO DE TERAPIAS ORIENTAIS E MASSOTERAPIA

MASSAGENS - TERAPÊUTICA, ESTÉTICA, RELAXANTE, DRENAGEM LINFÁTICA

ESTÉTICA FACIAL E CORPORAL

VENTOSATERAPIA
MOXABUSTÃO
ACUPUNTURA (TRADICIONAL CHINESA)
STIPER
GEOTERAPIA
CROMOTERAPIA
AROMATERAPIA
MAGNETOTERAPIA

ESTÉTICA FACIAL COM ACUPUNTURA OU MAGNETOTERAPIA

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

O QUE É MASSAGEM

Tecnicamente falando massagem é a execução de um conjunto de manobras realizada geralmente com as mãos para efeitos terapêuticos, estéticos, desportivos, relaxantes, etc.
         Cada manobra atua de diferentes formas em diferentes tecidos corporais, sobretudo no sistema linfático, circulação sanguínea, sistema nervoso, sistema venoso e muscular.
         Na Escola Shantala nossos professores afirmam que a massagem é tanto uma arte quanto uma ciência e devo concordar, pois ao massoterapeuta cabe também saber “tocar” e acalmar as dores emocionais relacionadas ao lado somático envolvido na situação do paciente.

SISTEMA LINFÁTICO

     
         O sistema linfático, junto com os rins é o sistema de filtragem e purificação do nosso sangue. É a principal via do sistema imunológico.
         É formado pela linfa, vasos linfáticos, gânglios linfáticos e baço.
         A linfa é um líquido incolor (semelhante ao plasma) rico em hidrato de carbono e leucócitos que circula dentro dos gânglios linfáticos para a filtragem sanguínea.
         Hidratos de carbono são moléculas constituídas por carbono, oxigênio e hidrogênio também conhecidos como carboidratos ou glicídios. A maior parte dos hidratos de carbono é de origem vegetal e tem como principal função a ação energética.

         Principais fontes de hidratos de carbono na alimentação: Produtos lácteos, cereais, raízes, tubérculos, leguminosas, vegetais e frutos.

         Pesquisas afirmam que o consumo regular de carboidratos influencia também o nosso humor, devendo ser consumidos, sobretudo por pessoas depressivas e estressadas.

         Baço – é o maior dos órgãos do sistema linfático e tem como função a produção de células sanguíneas e a destruição de células velhas; ajuda na produção de anticorpos protegendo contra infecções. É muito frágil a ruptura como pancadas no abdômen.

         EFEITOS DA MASSAGEM SOBRE O SISTEMA LINFÁTICO
         O Sistema Linfático não tem um “motor” como o sistema circulatório e venoso (coração), precisando de alguns componentes para ser ativado.
         A massagem ativa o sistema linfático que está no nível mais superficial da pele. A circulação linfática depende da pressão exercida sobre a pele, da movimentação da musculatura (por isso o sedentarismo é tão nocivo ao sistema linfático); e dos movimentos respiratórios para poder eliminar os líquidos que de outra forma ficam estagnados pelo corpo causando dores, inchaços, edemas, celulite, varizes, etc.
         Os capilares linfáticos são altamente capacitados para a captura de impurezas (toxinas) quando o sistema venoso já está saturado. Os movimentos da massagem, sobretudo da DL (drenagem linfática) capturam as toxinas e os encaminham para as regiões dos coletores linfáticos para que as toxinas possam ser segregadas pelos rins e eliminadas pela urina; além de estimular a renovação celular (baço).